Produção de vinho deverá cair 30% na região do Alentejo

vinhos.jpgA produção de vinho no Alentejo deverá sofrer um quebra de produção de 30% em relação ao ano passado.

Esta quebra é resultado da chuva que afectou as vinhas, mas a qualidade do vinho será boa e os stocks são suficientes para abastecer o mercado.

Segundo avançou ontem a Comissão Vitivinícola Regional do Alentejo (CVRA) em comunicado, verificam “uma quebra na produção, na ordem dos 30 por cento, o que se justifica pela chuva que caiu durante o período de floração e por algumas vinhas estarem a atravessar um processo de alternância de produção”.

 

Com base nos dados já recolhidos pelos técnicos da Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo, as regiões situadas nos dois extremos do Alentejo, Portalegre a norte e Vidigueira a sul, são as que prevêem uma quebra menos acentuada, na ordem dos 20 por cento.  

De acordo com a CVRA, os vinhos alentejanos representam quase metade das vendas de vinho em Portugal.

Publicidade