Melhor vinho tinto do mundo é alentejano

O vinho alentejano Poliphonia Signature 2008, produzido pelo empresário Henrique Granadeiro, foi eleito o melhor tinto do Concurso Mundial de Bruxelas de 2012 de acordo com um anúncio oficial feito pela organização esta segunda-feira.

Em declarações à agência Lusa, o enólogo responsável pelo Poliphonia Signature, Pedro Baptista, afirmou que “é um vinho elaborado com base na casta Alicante Bouschet, fermentado em lagares de mármore e que estagiou cerca de 15 meses em barricas de carvalho francês”.

O Poliphonia Signature 2008 é produzido em Reguengos de Monsaraz (Évora) pela Granadeiro Vinhos, de Henrique Granadeiro, com origem em três propriedades no distrito de Évora, duas em Reguengos de Monsaraz e a outra em S. Mansos, que totalizam aproximadamente 100 hectares de vinha.

A 19.ª edição do concurso decorreu em Guimarães. Além da vitória do vinho Poliphonia Signature, dez vinhos portugueses foram premiados com grandes medalhas de ouro. Seis desses vinhos são alentejanos.

Publicidade