Embraer vai fabricar componentes de aviões no Alentejo

aviao.jpgO fabricante brasileiro Embraer, o terceiro maior construtor de aviões, vai criar duas fábricas de componentes de aviões no Alentejo, num investimento inicial de 148 milhões de euros.

Já foi assinado este sábado pelo primeiro-ministro português, José Sócrates, e pelo presidente do Brasil, Lula da Silva, em Lisboa o acordo que vai permitir a instalação de duas unidades fabris em Évora. 

O investimento prevê a construção de duas fábricas de componentes estruturais de aviões e a criação de cerca de 500 postos de trabalho directos e 1000 indirectos.          

As infra-estruturas deverão estar a funcionar até ao final do próximo ano.


Publicidade